O Concurso para Oficiais Temporários da Marinha do Brasil

ATENÇÃO!

As inscrições para o PS-SMV/OF 2022 devem abrir dentro de algumas semanas, no mês de outubro ou novembro!

Neste post, vamos falar um pouco sobre um concurso que poucos conhecem e, por isso mesmo, é uma ótima oportunidade para você que sonha em fazer parte de uma das instituições mais respeitadas de nosso país.

Obs: No final desse post, também temos 2 vídeos com todas as informações presentes aqui, para caso você prefira assistir a eles do que ler o texto. 

Estamos falando do Processo Seletivo para Oficiais Temporários da Marinha do Brasil, um concurso que paga salários bem acima da média e que contrata profissionais que atuam em diversas áreas do mercado de trabalho.

Muitos falam que ele é a porta de entrada mais “acessível” para a Marinha e, depois de entrarem por ela, continuam estudando para o concurso de carreira. Assim sendo, essa prova também pode ser encarada como uma espécie de teste, para você que deseja prestar o concurso de carreira.

Esse processo seletivo abrange dezenas de especialidades, que listaremos no decorrer deste post.

Também vamos responder aqui diversas outras dúvidas que recebemos nas últimas semanas de nossos leitores e explicar tudo o que você precisa saber para começar sua preparação hoje mesmo!

Confira abaixo o que será abordado nesse artigo:

Obs: No final desse post, temos dois vídeos que explicam tudo o que está escrito aqui. Caso você prefira assistí-los do que ler, é só ir até o final da página.

O que é o Concurso para Oficiais Temporários da Marinha e quem pode participar?

No Processo Seletivo para o Serviço Militar Voluntário de Oficiais Temporários, podem participar as pessoas que tenham idade entre 18 e 40 anos, bem como as que já tenham concluído um curso superior de graduação universitária.

A ideia é ter uma experiência na área militar e saber se é realmente isso que você deseja para a sua vida. De tal forma, poderá seguir se preparando para o concurso de carreira definitiva.

Qual é o período para fazer a inscrição?

O calendário de eventos ainda não foi publicado e iremos conhecer quando sair o edital, dentro de algumas semanas. Porém, se observarmos os editais de 2017, 2018 e 2019 (2020 e 2021 foram diferentes por causa da pandemia), as datas prováveis devem ser:

Quando será a prova?

A prova ocorrerá entre os meses de março ou abril. É importante ressaltar que, além da prova escrita, os candidatos também precisarão participar da prova de títulos, em que devem comprovar que têm as graduações e os cursos informados no ato da inscrição.

Em caso de aprovação, também é necessário fazer exames de saúde, em que um médico avaliará se o profissional está apto para a função, e testes físicos (corrida e natação).

Quais são as vantagens de ser um Oficial Temporário da Marinha do Brasil?

Poucos sabem, mas ser um Oficial Temporário da Marinha possui diversos benefícios.

Confira, na imagem abaixo, os 8 motivos principais para você não perder essa oportunidade:

Mas afinal, o que é um Oficial Temporário da Marinha do Brasil?

Os Oficiais Temporários são conhecidos como RM2, ingressam nas Forças Armadas por meio de um processo seletivo chamado de Serviço Militar Voluntário (SMV), composto por prova escrita objetiva, prova de títulos, exames médicos e teste de aptidão física (TAF).

Esses profissionais atuam na Marinha do Brasil, assim como os profissionais de carreira. A diferença é que não há estabilidade e o contrato é renovado anualmente, até que se atinja o período máximo.

Existe um período máximo para servir como um Oficial Temporário?

Sim, o tempo de serviço na Força é limitado a 8 anos, podendo ser interrompido pelo Oficial quando desejar.

Vale lembrar ainda que, se a corporação julgar necessário que os contratos anuais não sejam renovados, o profissional poderá ser desligado (o que é muito raro de acontecer). Mesmo assim, todos os pagamentos referentes aos direitos trabalhistas, como férias não gozadas e 13º salário, são pagos de forma integral.

Como é a carreira de um Oficial Temporário da Marinha do Brasil?

Ao ingressarem na Marinha do Brasil, os RM2 são incorporados com o posto de Guardas-Marinha, realizando um curso de Formação Militar pelo período de 90 dias. Ao término do curso, os Oficiais são movimentados para trabalharem em Organizações Militares do Distrito Naval em que fizeram o curso.

Após 5 meses como Guardas-Marinha, são nomeados Segundos-Tenentes e, com mais 6 meses de trabalho, são promovidos a Primeiros-Tenentes, posto que ocuparão por 6 anos. No início de seu oitavo e último ano, o militar é promovido a Capitão-Tenente.

Depois desse período, o profissional não poderá mais seguir na instituição, a menos que seja aprovado no concurso definitivo.

Confira a imagem abaixo para entender melhor como é a carreira do Oficial Temporário da Marinha do Brasil.

Qual é a remuneração mensal?

O salário é definido com base no soldo, somado a alguns adicionais que também se baseiam no soldo, complementando assim a remuneração. Veja, na tabela abaixo, a remuneração bruta que você um Oficial RM2 está recebendo em 2021:

  • Guarda-Marinha – R$ 9.321,67
  • Segundo-Tenente – R$11.660,90
  • Primeiro-Tenente – R$ 13.109,50;
  • Capitão-Tenente – R$ 14.284,68;

Quais são as fases do concurso?

O concurso é constituído por 7 etapas. São as seguintes:

        1ª etapa: Prova objetiva eliminatória e classificatória, com 50 questões objetivas, sendo 25 de Português e 25 de Formação Militar-Naval. Serão classificadas para a segunda etapa os candidatos com as maiores notas, até o limite correspondente ao número de vagas multiplicado por 3, considerando-se os empates na última posição;

        2ª etapa: Verificação de Dados Biográficos e Verificação Documental — eliminatória;

        3ª etapa: Prova de Títulos — classificatória;

        4ª Etapa: Inspeção de Saúde — eliminatória;

        5ª Etapa: Teste de Aptidão Física (TAF) — eliminatória;

        6ª Etapa: Designação à incorporação;

        7ª Etapa: Incorporação.

Há testes físicos no concurso?

Sim. O edital explica o seguinte:

Para ser aprovado no TAF, o candidato deverá:

  1. a) nadar o percurso de 25 (vinte e cinco) metros no tempo máximo de 50 (cinquenta) segundos para o sexo masculino e 1 (um) minuto para o sexo feminino, levando em consideração as seguintes observações:

– a saída poderá ocorrer de fora da piscina (borda ou bloco de partida) ou de dentro da piscina, a critério do candidato;

– quando a piscina tiver menos de 25 metros de comprimento, não será permitido o contato com a borda oposta, por período de tempo superior a 3 segundos, por ocasião da virada;

– o candidato deverá utilizar apenas os recursos inerentes ao seu próprio corpo, não sendo permitido apoio no fundo, na borda lateral ou raiamento da piscina.

  1. b) correr o percurso de 2.400 metros no tempo máximo de 16 minutos para o sexo masculino e 17 minutos para o sexo feminino. A corrida poderá ser realizada em pista oficial de atletismo ou em qualquer percurso plano previamente demarcado.

Qual a nota de corte?

CLIQUE AQUI para conferir as notas de corte do PS/SMV 2020.

CLIQUE AQUI para conferir as notas de corte do PS/SMV 2019.

CLIQUE AQUI para conferir as notas de corte do PS/SMV 2018.

O que fazer se minha profissão tem uma denominação diferente na Marinha?

Pode ser que a sua profissão tenha certa denominação, mas, na Marinha, ela tenha um nome diferente. Além disso, no caso de engenharias, certas especialidades são similares a outras.

Assim, para fazer o processo seletivo para o Serviço Militar Voluntário para Oficiais temporários, será necessário acessar a tabela de convergência do MEC para verificar se ambas as denominações referem-se à mesma profissão.

Quais são os assuntos cobrados na prova?

Onde as provas do processo seletivo do Serviço Militar Voluntário serão aplicadas?

As provas são aplicadas nas seguintes localidades:

[su_frame align=”center”][/su_frame]

Visto que tenho tatuagem, será que posso fazer o processo seletivo?

A tatuagem é permitida, desde que não contrarie o disposto nas Normas para Apresentação Pessoal de Militares da Marinha do Brasil ou faça alusão a ideologia terrorista ou extremista contrária às instituições democráticas, à violência, à criminalidade, à ideia ou ato libidinoso, à discriminação ou preconceito de raça, credo, sexo ou origem ou, ainda, a ideia ou ato ofensivo às Forças Armadas.

Afora esses casos, não há preocupação por conta da tatuagem.

Como funciona a prova de títulos no processo seletivo para o Serviço Militar Voluntário?

A prova de títulos é classificatória e corresponde ao total de 100 pontos, que serão somados à pontuação obtida na prova objetiva. Os voluntários deverão apresentar os documentos comprobatórios dos títulos no local indicado no Aviso de Convocação. Confira quanto vale cada título na tabela abaixo:

Por isso, é importante ter os diplomas e certificados de todos os seus cursos.

Visto que sou servidor público, será que posso acumular cargo com o Serviço Militar Voluntário?

Não é permitido acumular cargo, emprego ou função pública, na Administração Pública Federal, Estadual ou Municipal, ainda que da Administração Indireta, exceto para os profissionais de Saúde, com profissões regulamentadas. Logo, você deverá abrir mão de outras funções, caso as exerça.

Há vagas para todo o Brasil no processo seletivo para o Serviço Militar Voluntário?

Sim, as oportunidades estão distribuídas pelos nove Distritos Navais. Porém, você servirá na área abrangida pelo Distrito Naval escolhido no ato da inscrição. 

Sendo militar temporário, posso fazer o concurso público da Marinha para a carreira com estabilidade?

Sim. Desde que você cumpra os requisitos básicos exigidos no concurso público de seu interesse, poderá realizá-lo.

Quais são os exames exigidos na Inspeção de Saúde no processo seletivo do Serviço Militar Voluntário?

Os seguintes exames serão realizados pela Marinha do Brasil:

  • Exame clínico ginecológico;
  • Audiometria;
  • Oftalmologia geral;
  • Biometria — peso, altura, índice de massa corporal (IMC), pressão arterial (PA) e frequência cardíaca (FC);
  • Exame odontológico geral.

 

Outros exames deverão ser feitos pelos aprovados em, no máximo, 3 meses antes da data de entrega. São os seguintes:

  • Hemograma completo com plaquetas;
  • Glicemia em jejum, dosagem de creatinina;
  • TGO ou AST;
  • TGP ou ALT;
  • Dosagem do PSA total (para os inspecionados do sexo masculino, de 40 anos ou mais de idade);
  • Dosagens de colesterol total e frações (para os inspecionados de qualquer sexo, de 30 anos ou mais de idade);
  • Dosagem dos triglicerídeos (para os inspecionados de qualquer sexo, de 30 anos ou mais de idade);
  • EAS;
  • anti-HIV;
  • VDRL;
  • Radiografia do tórax;
  • ECG;
  • TIG (para as inspecionadas do sexo feminino);
  • Colpocitologia oncótica e laudo do ginecologista ou mastologista, descrevendo detalhadamente os exames ginecológico e de mama, que deverão ser trazidos pela inspecionada do sexo feminino, na data da IS;
  • Exame de USG da mama;
  • Mamografia ou ressonância magnética de mama (para as inspecionadas do sexo feminino, de 40 anos ou mais de idade), conforme indicação clínica;
  • Teste ergométrico para os candidatos ao ingresso no SMV que exercerão atividades na habilitação de Educação Física e para os demais voluntários, quando apresentarem queixas relacionadas ao aparelho cardiovascular.
  • A critério das Juntas de Saúde, poderão ser solicitadas repetições dos exames complementares obrigatórios.

São quantas vagas para cada área?

 As oportunidades são distribuídas pelos nove distritos navais e, para o último edital, foram as seguintes:

  • 1º Distrito Naval – 222 vagas;
  • 2º Distrito Naval – 21 vagas;
  • 3º Distrito Naval – 26 vagas;
  • 4º Distrito Naval – 20 vagas;
  • 5º Distrito Naval– 18 vagas;
  • 6º Distrito Naval – 14 vagas;
  • 7º Distrito Naval – 20 vagas;
  • 8º Distrito Naval – 64 vagas; e
  • 9º Distrito Naval – 32 vagas.

1º Distrito Naval – 222 vagas (Rio de Janeiro e Espírito Santo)

Área da Saúde

  • Odontologia

Área de Apoio à Saúde

  • Enfermagem 
  • Fisioterapia
  • Fonoaudiologia
  • Nutrição
  • Terapia Ocupacional.

Outras áreas

  • Administração
  • Biblioteconomia
  • Ciências Contábeis
  • Comunicação Social
  • Direito,
    Estatística
  • Informática
  • História
  • Psicologia
  • Serviço Social
  • Engenharia em diversas áreas

2º Distrito Naval – 21 vagas (Bahia e Minas Gerais)

Área da Saúde

  • Medicina
  • Farmácia
  • Odontologia

Área de Apoio à Saúde

  • Fisioterapia
  • Fonoaudiologia

Outras áreas

  • Administração
  • Ciências Contábeis
  • Psicologia
  • Serviço Social
  • Engenharia

3º Distrito Naval – 26 vagas ( Alagoas, Ceará, Rio Grande do Norte e Pernambuco)

Área da Saúde

  • Farmácia
  • Cirurgiões-Dentistas

Área de Apoio à Saúde

  • Nutrição
  • Enfermagem
  • Fisioterapia

Outras áreas

  • Direito
  • Informática
  • Tecnólogo em Sistema de Navegação Vistoriador Naval
  • Psicologia
  • Serviço Social
  • Inglês
  • Pedagogia
  • Educação Física
  • Engenheiro Ambiental
  • Oftalmologista

4º Distrito Naval – 20 vagas (Amapá, Pará, Maranhão e Piauí)

Área da Saúde

  • Farmácia
  • Cirurgiões-Dentistas

Área de Apoio à Saúde

  • Fisioterapia
  • Fonoaudiologia

Outras áreas

  • Ciências Contábeis
  • Educação Física
  • Psicologia
  • Pedagogia
  • Elétrica
  • Mecânica
  • Psiquiatria
  • Anestesiologia
  • Oftalmologia

5 º Distrito Naval – 18 vagas ( Rio Grande do Sul e Santa Catarina)

Área da Saúde

Odontologia

Área de Apoio à Saúde

  • Enfermagem
  • Enfermagem
  • Fisioterapia

Outras áreas

  • Inglês
  • Pedagogia
  • Administração
  • Ciências Contábeis
  • Ciências Náuticas
  • Direito
  • Psicologia
  • Serviço Social

6 º Distrito Naval -14 vagas (Mato Grosso e Mato Grosso do Sul)

Área de Apoio à Saúde

  •  Enfermagem

Outras áreas

  • Administração
  • Ciências Contábeis
  • Direito
  • Psicologia
  • Engenharia em diversas áreas

7 º Distrito Naval – 20 vagas (Tocantins, Goiás e Distrito Federal)

Área da Saúde

  •  Odontologia,
  • Farmácia,
  • Enfermagem,
  • Veterinária,
  • Fisioterapia,
  • Fonoaudiologia,

Outras áreas

  • Comunicação Social
  • Administração
  • Hotelaria
  • Informática
  • Engenharia de Sistemas de Computação

8º Distrito Naval – 64 vagas (São Paulo, Paraná e Sul de Minas)

Área da Saúde

  •  Odontologia (diversas oportunidades)

Outras vagas

  • Administração,
  • Ciências Contábeis
  • Ciências Náuticas
  • Pedagogia
  • Física
  •  Engenharia (diversas especialidades)

9º Distrito Naval – 32 vagas (Rondônia, Acre, Roraima e Amazonas)

Área da Saúde

  • Odontologia
  • Medicina Veterinária

Outras vagas

  • Administração
  • Ciências Náuticas
  • Direito
  • Estatística
  • Informática
  • Psicologia
  • Serviço Social
  • Química
  • Sociologia
  • Engenharia (diversas especialidades)

Veja nesse mapa qual é o distrito que você pretende fazer a prova.

Mapa dos Distritos Navais da Marinha do Brasil:

[su_frame align=”center”]mapa dos distritos navais da marinha do brasil[/su_frame]

Onde faço a minha inscrição no Processo Seletivo para o Serviço Militar Voluntário?

Para fazer sua inscrição, você deverá acessar a página do distrito naval de seu interesse, quando o edital for publicado.

Obs: Não esqueça de baixar nossos resumos gratuitos antes de fazer sua inscrição. CLIQUE AQUI caso ainda não tenha feito.

Passo a passo para realizar a inscrição:

Após acessar a página do seu distrito:

  1. Clique em “Inscrição”;
  2. Na nova página que abriu, clique em “Clique aqui!!!”;
  3. Na nova página que abriu, clique em “Inscrições On-line”;
  4. Preencha o formulário com seus dados;
  5. Clique em “Obter boleto bancário” para gerar o boleto e efetuar o pagamento da sua inscrição.

A prova objetiva pode ser feita em um Distrito Naval diferente?

Se você tem o interesse de fazer a prova objetiva em um Distrito Naval diferente da origem da vaga no processo seletivo para o Serviço Militar Voluntário para Oficiais temporários, saiba que é possível sim.

No ato da inscrição você poderá escolher local da vaga diferente do local de prova.

O Engemarinha oferece algum curso online para esse Processo Seletivo?

Essa é uma das perguntas que mais recebemos e a resposta é SIM!

Estamos indo para o quarto ano de nosso curso e, somente no último concurso, tivemos 443 alunos aprovados.

Para conhecer mais sobre nosso novo Programa Preparatório, CLIQUE AQUI.

E então, conseguimos esclarecer as suas dúvidas sobre o concurso para oficiais temporários da Marinha? 

Agora é só continuar se preparando e estudando muito para alcançar um bom resultado e ingressar, mesmo que de forma temporária, na carreira militar e se tornar um oficial da Marinha do Brasil.

Em nosso canal no YouTube publicamos diversos vídeos com dicas e aulas para quem está se preparando para concursos da Marinha. Acesse agora mesmo e confira!

Caso tenha ficado com qualquer dúvida, assista aos vídeos abaixo:

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=3_ajhT3UJNs[/embedyt]
 
[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=Yqund6rJAr0[/embedyt]
 
[embedyt]https://www.youtube.com/watch?v=5_WwYW626vg[/embedyt]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha suas informações de contato e redirecionaremos você para o nosso melhor atendimento.