Concursos para arquitetos: quais são e por que vale a pena abandonar a carreira privada

Os concursos públicos serviram como porta de entrada para a divulgação do trabalho de ícones da arquitetura, como Lucio Costa, Oscar Niemeyer e Affonso Eduardo Reidy. Diante de tantas inspirações, unir os ensinamentos da faculdade com as habilidades adquiridas na sua experiência profissional é o caminho da aprovação em concursos para arquitetos.

Existem diversos motivos pelos quais os concursos públicos para arquitetos chamam a atenção dos profissionais da área. Entre eles, a oportunidade de participar de grandes projetos federais, estaduais e municipais agrega aprendizado e experiência à carreira, além de valorizar o seu portfólio.

Se você deseja conhecer mais sobre os concursos para arquitetos, continue a leitura. A seguir, vamos lhe apresentar todos os detalhes sobre esse leque de possibilidades. Confira!

Por que realizar concursos para arquitetos?

Sabe-se que o profissional com curso superior em arquitetura enfrenta diversas dificuldades na carreira privada, especialmente por se tratar de uma profissão extremamente trabalhosa, embora pouco valorizada no Brasil.

É comum que ao sair da faculdade a primeira coisa que um arquiteto queira fazer é conseguir o maior número de projetos e trabalhos possíveis. Mas, neste momento, ele se depara com a dificuldade de encontrar clientes e vender o seu serviço.

Diante desse obstáculo, muitos arquitetos recém-formados ou sem renome procuram cobrar preços muito abaixo dos que são praticados no mercado para conquistar mais clientes.

Essa é uma prática que leva à desvalorização de toda a classe, além de gerar uma certa indignação dos clientes em relação aos preços praticados pelos demais arquitetos que cobram um valor justo.

Além disso, quando os profissionais encontram um emprego em escritórios de arquitetura, muitas empresas não assinam carteira de trabalho e nem sequer pagam o piso estabelecido para a profissão — prática que, além de ser ilegal, desvaloriza ainda mais a área.

A verdade é que são poucos os arquitetos que consegue se destacar. O cenário difícil para conseguir se estabelecer dentro do setor privado leva muitos arquitetos à carreira pública. Sabe-se que o setor público respeita o piso salarial da categoria e ainda oferece a possibilidade de trabalhar em projetos arquitetônicos importantes.

Vale lembrar que o concurso público esteve à frente de algumas das principais obras brasileiras de edificação, como o projeto urbano de Brasília, o Tribunal de Justiça, o Teatro Castro Alves, localizado na Bahia, entre outros.

As obras públicas costumam contar com estruturas técnicas de alta qualidade e de grande prestígio, tendo em vista a divulgação e relevância desse tipo de projeto.

Os concursos para arquitetos se mostram como uma ótima opção de carreira. Eles garantem uma vaga no serviço público aos profissionais da área, o que representa estabilidade e a oportunidade de adquirir experiências para crescer profissionalmente.

 Quais são as opções de concursos para arquitetos?

Existem opções de concursos para arquitetos nas diferentes esferas públicas: federal, estadual e municipal. Eles permitem a participação de todos os profissionais, desde os arquitetos recém-formados até os mais experientes.

Todos os anos são abertas vagas no país para inscrição em concursos para arquitetos em diferentes regiões do país. Alguns certames do ramo permitem a partição de pessoa física e jurídica, ou seja, é possível a inscrição de profissionais e de empresas.

No âmbito municipal, são as prefeituras e câmaras de diferente estados da federação que costumam contratar arquitetos. Na esfera estadual, são as secretarias, assembleias legislativas e outros órgãos costumam que realizam certames regularmente.

Já na área federal, os certames podem ser realizados pela Petrobrás e Marinha do Brasil. O concurso para arquitetos da Marinha do Brasil é um dos principais do país e conta com remuneração acima do piso salarial dos profissionais da arquitetura.

Uma grande vantagem do concurso da Marinha é a sua regularidade. As provas ocorrem todos os anos, no mesmo período, e para os mesmos ramos. A prova conta com duas fases. A primeira é composta por uma prova escrita objetiva de 20 questões sobre conhecimentos profissionais e uma prova escrita discursiva sobre conhecimentos profissionais e tradução de texto.

Já a segunda fase do certame conta com uma prova escrita discursiva sobre conhecimentos profissionais e uma tradução de texto técnico em inglês.

Por fim, o candidato ainda deve realizar um Teste de Aptidão Física, conhecido como TAF. Nesse teste, é preciso nadar um percurso de 25 metros (no tempo máximo de 50 segundos para homens e 1 minuto para mulheres), além de correr um percurso de 2.400 metros (no tempo máximo de 16 minutos para homens e 17 minutos para mulheres), em pista oficial de atletismo ou em outro tipo de pavimento plano.

Quais são os benefícios de ingressar na carreira pública?

Existem diversos benefícios para o arquiteto que escolhe a carreira pública. A realização profissional, por exemplo, vem das oportunidades de visibilidade e reconhecimento que são adquiridos na realização de grandes obras.

O cargo ainda proporciona uma estabilidade no emprego, autonomia financeira, em razão dos salários pagos acima da média (especialmente para os profissionais aprovados no concurso da Marinha), e férias remuneradas, o que garante a dignidade e o bem-estar do profissional.

Outra vantagem do concurso para arquiteto é a liberdade para criar, realizar laudos de avaliações imobiliárias e patologias da construção e visitar obras de diferentes tamanhos, o que muitas vezes na área privada não pode acontecer.

Muitas pessoas da área escolhem o setor público não só pela questão financeira, mas por causa da experiência e aprendizados que são capazes de agregar muito à carreira. O cargo ainda oferece oportunidades de participar de diversos cursos, além da oportunidade de ingresso no Mestrado e Doutorado.

Os concursos para arquitetos, portanto, proporcionam inúmeras vantagens para os profissionais do ramo. Como vimos, o certame realizado pela Marinha se destaca, sendo uma das melhores opções para quem deseja crescer na área. Mas, para conseguir a tão sonhada aprovação, é importante primar pela qualidade da preparação para a prova.

Gostou das dicas? Aproveite para conferir alguns depoimentos de arquitetos que se prepararam bem para o concurso da Marinha, basta rolar para baixo. Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha suas informações de contato e redirecionaremos você para o nosso melhor atendimento.