Não acredite nestes 4 mitos sobre EAD!

O ensino a distância é uma tendência que veio para ficar e ganha cada vez mais adeptos. Prova disso é que até mesmo as maiores e mais renomadas universidades já oferecem cursos nessa modalidade, e todos eles são reconhecidos por órgãos fiscalizadores, como o Ministério da Educação (MEC).

Porém, ainda são disseminados muitos mitos sobre EAD. A seguir, vamos explicar os principais deles para que você entenda como esse método de ensino é eficaz e pode fazer a diferença no seu aprendizado. Boa leitura!

1. EAD não tem qualidade

Não é verdade que os cursos EAD não têm qualidade!

Na realidade, o que acontece é que existem diversas instituições que oferecem cursos a distância. Da mesma forma que acontece com as escolas presenciais, algumas têm mais qualidade que as outras.

Por isso, sempre que for fazer um curso EAD, pesquise sobre a instituição de ensino e a sua reputação no mercado. Também verifique os materiais de amostra grátis que ela disponibiliza e também as opiniões dos alunos que estudam ou estudaram nela.

Assim, você pode avaliar se um curso EAD tem qualidade ou não pela sua estrutura e não pelo simples fato de ser ministrado a distância e não pessoalmente.

2. Não há interatividade

Um dos mitos sobre EAD mais comuns é o de que não há interatividade no curso e de que essa modalidade peca porque o aluno precisa aprender sozinho e não tem suporte do professor.

Porém, isso também é falso! As plataformas de educação a distância garantem um contato direto com professores e colegas. Assim, os alunos poderão enviar dúvidas, que serão lidas e respondidas pelos especialistas.

Também ocorrem interações com os colegas, em fóruns de discussão sobre os conteúdos estudados.

3. É necessária uma grande infraestrutura tecnológica

Não é preciso ter uma estrutura tecnológica muito grande para estudar a distância! Esse é outro dos mitos sobre EAD que algumas pessoas desinformadas espalham.

Para estudar a distância, basta que você tenha um computador ou tablet de boa qualidade e uma conexão estável com a internet. Hoje em dia, a maior parte das pessoas tem acesso a isso em casa para atividades de trabalho ou lazer.

Além disso, muitas plataformas disponibilizam aplicativo para celular em que é possível acessar os conteúdos mesmo quanto está sem acesso à internet.

Logo, você poderá utilizar os mesmos itens que já tem em casa para estudar.

4. Resume-se a videoaulas

Dizem ainda que os estudos EAD se resumem a assistir a vídeos, mas essa é outra informação mentirosa. As videoaulas fazem, sim, parte da educação a distância e têm um papel importantíssimo para que os conhecimentos sejam fixados.

Porém, como explicamos, as plataformas contêm espaços para trocas de informações. Além disso, as instituições podem oferecer apostilas e livros didáticos, além de materiais complementares, como áudios que podem ser ouvidos enquanto você está no trânsito ou cuidando de afazeres domésticos.

Os professores também podem indicar leituras, vídeos, podcasts e diversos outros recursos que fazem com que o aprendizado se aprimore.

Não é necessário focar apenas nas videoaulas, uma vez que elas são apenas parte do processo de estudos.

Esclarecemos, aqui, as principais mentiras e os mitos sobre EAD que as pessoas contam. Por isso, não acredite mais nisso!

O Engemarinha, por exemplo, oferece cursos com flexibilidade, preços acessíveis e os maiores índices de aprovação nos Concursos da Marinha do Brasil.

Conheça agora mesmo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha suas informações de contato e redirecionaremos você para o nosso melhor atendimento.