[Download] PLANEJAMENTO COMPLETO DE ESTUDOS

“Se eu tivesse 8 horas para derrubar uma árvore, passaria 6 afiando meu machado”

Essa frase do ex presidente norte americano Abraham Lincoln representa muito bem a importância de um bom planejamento de estudos para que você seja aprovado no próximo Concurso para Engenheiros da Marinha.

Obs: O edital para o Concurso de 2020 foi lançado.  As Inscrições serão de 9 a 23 de março.

Apesar de parecer óbvio para alguns, muitos candidatos esquecem desse passo, por acreditarem que é perda de tempo, e partem logo para a execução.

Nesse artigo, irei apresentar um método para você “afiar o seu machado” e estudar de maneira muito mais inteligente, focando no que realmente importa.

Existem muitos métodos na internet que prometem isso, mas sabemos que um Concurso para Engenharia é bem diferente do que um Concurso na área de Direito, por exemplo. 

Por ser composto por questões que envolvem mais cálculos e menos teoria, a maneira como devemos estudar precisa ser outra.

E o Concurso da Marinha é ainda mais peculiar e também mais difícil, pois possuí questões discursivas. Ou seja, não existe a opção de “chutar bem” e passar na sorte.

Por isso uma boa estratégia é essencial para a sua aprovação. 

Pensando nisso e com o objetivo de ajudar, vou compartilhar contigo aqui a base da estratégia que utilizei para ser aprovado neste concurso, em 2016, estudando por aproximadamente um mês.

Dezenas de aprovados já utilizaram ela para conquistar a estabilidade profissional/financeira através da aprovação no Concurso da Marinha e agora você tem a oportunidade de iniciar a conquista da sua também, de uma maneira muito mais fácil.

Essa estratégia é composta por 7 simples passos e uma única planilha.

Com ela, você será capaz de:

  • Organizar e separar as questões das provas antigas por disciplinas;
  • Identificar quais as disciplinas e os assuntos são mais cobrados;
  • Classificar as disciplinas de acordo com o estilo das questões;
  • Montar um cronograma através de ciclo de estudos;
  • Mapear seus pontos fortes e pontos fracos;
  • Acompanhar sua evolução durante os estudos;
  • “Prever” as questões da prova e definir a melhor estratégia para realizá-la;

[su_button url=”http://novidades.engemarinha.com.br/landing-planejamento-de-estudos” target=”blank” style=”3d” background=”#007443″ size=”18″ wide=”yes” icon_color=”#000000″ text_shadow=”3px 2px 2px #000000″ onclick=”544″]CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A PLANILHA![/su_button]

Antes de começarmos, só gostaria de deixar claro qual é ideia principal desse método:

Seu estudo será baseado em resolver e analisar as provas dos concursos passados.

E porque eu considero que essa é a melhor estratégia?

Por dois motivos:

  1. Porque alguns assuntos e estilos de questões se repetem com frequência e outros raramente caem. Isso acontece em todos os concursos, mas no da Marinha você vai perceber que é mais evidente ainda. Inclusive você vai perceber que muitos assuntos que estão no edital nunca foram cobrados em mais de 10 anos de concurso!
  2. E também porque estudar todos assuntos do edital através de todos os livros recomendados demandaria muito tempo. Imagina, estudar cerca de 20, 30 livros, resolver todos os seus exercícios….não parece ser muito viável, concorda?

Obs: Gostaria de deixar claro também que seu estudo não deve ser limitado em somente resolver as questões das provas antigas, mas sim usar elas para ter uma direção no que estudar e quais são os conteúdos mais importantes.

Muito bem, agora que você já baixou a planilha referente ao seu curso, iremos para a parte prática e ver como preenchê-la.

Como já mencionei, eu dividi o método em 7 passos, para ficar o mais didático possível e facilitar o seu entendimento. Os passos são os seguintes:

Passo #1. ARMAZENAR ARQUIVOS NA NUVEM

Pode parecer óbvio para alguns, mas muitas pessoas ainda não utilizam um sistema de armazenamento na nuvem. Os mais conhecidos são o google drive e o drop box.

Eu, particularmente, prefiro o Google Drive e caso você ainda não tenha instalado em seu computador, recomendo fortemente que faça isso.

Armazenar seus documentos na nuvem vai:

  • Evitar correr o risco de perdê-los caso ocorra algum problema em seu computador.
  • Permitir acessá-los em qualquer lugar, no seu celular ou outro computador que tenha internet.

PASSO #2. DEFINIR SUA ROTINA SEMANAL

O segundo passo é definir a sua rotina semanal.

Aqui você vai definir quantas horas por semana pretende estudar e quais são seus horários disponíveis para isso.

Então agora vamos abrir a planilha (a primeira aba já é a Rotina).

1 - Rotina BRANCO

Nas colunas temos os dias da semana e nas linhas as horas do dia.

Eu separei de hora em hora, mas se você preferir pode ajustar para intervalar de meia hora em meia hora ou do jeito que achar melhor.

Vamos supor então que você trabalhe das 08:00 até as 18:00 e estude, nos dias da semana, das 19:00 às 23:00.

E nos finais de semana, irá estudar 2 horas pela manhã e 2 horas pela tarde.

A planilha, nesse caso, ficaria da seguinte forma:

1 - Rorina

Observe que eu sugiro atualizar a planilha todo domingo à noite.

Isso porque sabemos que nem todas as nossas semanas são iguais. Talvez você tenha algum compromisso específico em algum dia dessa semana e portanto não poderá estudar nele. 

Esse planejamento semanal bem claro de suas atividades irá te ajudar a manter seu ritmo de estudos e assim ficará mais difícil você se auto sabotar.

PASSO #3. FAZER A PRIMEIRA LEITURA DAS QUESTÕES

Com sua rotina semanal preenchida, agora iremos começar, de fato, a analisar as provas antigas.

E nesse terceiro passo você irá fazer uma primeira leitura de todas as questões objetivas e discursivas dos concursos passados (PDF único – Provas Discursivas por disciplinas.pdf e PDF único – Provas Objetivas por disciplinas.pdf.

Nessa leitura você ainda não irá se preocupar em resolver as questões.

Os objetivos dela são os seguintes:

  • Entender a estrutura da prova da primeira e da segunda fase;
  • Se familiarizar com o estilo das questões;
  • Classificar as questões de acordo com os assuntos do edital;

Dessa forma, você terá todas as questões antigas separadas por assunto, o que vai facilitar muito a sua vida na hora de estudar. 

Antes de começar a explicar como fazer essa leitura, só gostaria de deixar claro o que estou chamando de disciplina e o que estou chamando de assunto.

As disciplinas são os tópicos do edital, e os assuntos são os subtópicos.

Então, por exemplo no curso de Engenharia Eletrônica, temos a seguinte classificação:

2

Agora você vai abrir o arquivo PDF único – Provas Discursivas por disciplinas.pdf (como falei anteriormente, sugiro imprimir e encadernar ele).

Na planilha do Plano de Estudos, abra a aba “Específicos”.

Passo 3 - 1

Nas colunas desta aba temos os anos que ocorreram concursos do seu curso e nas linhas temos as disciplinas e os assuntos. 

Para ver os assuntos dentro de cada disciplina, basta clicar nos símbolos “+” no canto esquerdo.

Obs: Utilizarei como exemplo durante toda explicação a planilha para o curso de Engenharia Eletrônica, mas você baixará a planilha com as discplinas referentes ao seu curso.

Obs 2: Para os cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Materiais e Engenharia Química, fizemos uma alteração nas disciplinas que estão no edital para facilitar a classificação das questões e por isso não temos os assuntos delas. Se você for de uma dessas engenharias, não precisará analisar os assuntos, mas somente preencher com as respectivas disciplinas das questões.

No arquivo PDF único – Provas Discursivas por disciplinas.pdf, as questões já estão separadas por disciplinas.

O objetivo agora é, então, para cada questão, identificar qual o assunto dentro de cada disciplina que ela pertence.

Obs: Não perca muito tempo nessa fase, caso fique em dúvida sobre qual assunto é a questão. O objetivo principal é a familiarização com o estilo das questões. Para as questões que envolvem mais de um assunto, classifique ela no que considera o mais importante.

Para isso, você fará uma leitura rápida de todas as questões, e preencherá a planilha com a página que está cada questão.

Obs: Na planilha estão presentes somente as disciplinas/assuntos do último edital, assim como no PDF único – Provas Discursivas por disciplinas.pdf temos só as questões dessas disciplinas/assuntos. Já fizemos esse “filtro” para você não perder tempo com questões que não são cobradas mais.

No caso do PDF de Engenharia Eletrônica, a primeira questão da disciplina de CIRCUITOS ELÉTRICOS E SISTEMAS LINEARES está na página 5 e pertence e ao assunto Circuitos com Capacitância e Indutância.

Outra classificação que você irá fazer é a seguinte:

  • T – Se a questão for apenas teórica;
  • TC – Se a questão envolver cálculo e teoria;
  • C – Se a questão envolver apenas cálculo;

Como essa questão da página 5 envolve apenas cálculo (é claro que você precisa saber da teoria para resolvê-la, mas o que é perguntado na questão são apenas valores, não é perguntado algum conceito ou teoria), você irá colocar na coluna C, do ano 2004.

Obs: No rodapé de cada questão você encontrará o ano da prova que ela foi cobrada.

A tabela preenchida, para essa questão, ficará assim:

Depois de fazer esse mesmo procedimento para as demais questões, teremos organizado todas as questões de acordo com os assuntos do edital.

Com isso, já temos alguns dados interessantes:

  1. Total de questões;
  2. Total de questões de cada disciplinas;
  3. Média de questões de cada disciplina que cai por prova;
  4. Total de questões de cada disciplina que caiu no último concurso;
  5. Número de questões teóricas, teóricas-cálculo e cálculo para cada disciplina;

Obs: Os itens 1, 2, 3 e 4 já estão presentes na planilha. Os dados do item 5 serão calculados automaticamente após você preencher os assuntos de todas as questões.

passo 3 3

Além disso, uma análise extremamente importante poderá ser feita agora, que é com relação ao número de questões que cada assunto foi cobrado na história do concurso. 

Para fazer essa análise, basta ir na aba Pareto e pressionar “ALT+F5” (ou clicar com o botão direito do mouse e depois em “atualizar dados”) que o gráfico será gerado automaticamente.

Pareto 1

Eu chamei essa aba de “Pareto” pois representa muito bem o famoso Princípio de Pareto, o qual diz que 80% de nossos resultados provém de 20% de nossas ações.

No caso do Concurso da Marinha, podemos observar que cerca de 20% dos assuntos caem com uma frequência de 80%. É claro que essa relação 80-20 é apenas simbólica, mas é para entendermos que tem assuntos que caem muito mais e portanto precisamos focar neles.

Após ter feito isso, você vai fazer o mesmo procedimento para as questões das provas objetivas, utilizando o PDF único – Provas Objetivas por disciplinas.pdf e as abas Básico e Pareto – Básico da Planilha.

[su_button url=”http://novidades.engemarinha.com.br/landing-planejamento-de-estudos” target=”blank” style=”3d” background=”#007443″ size=”18″ wide=”yes” icon_color=”#000000″ text_shadow=”3px 2px 2px #000000″ onclick=”544″]CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A PLANILHA![/su_button]

PASSO #4. MONTAR O CRONOGRAMA DE ESTUDOS

Com todas as questões mapeadas e com o conhecimento de quais são os assuntos mais importantes do edital, o próximo passo agora é definir um cronograma de estudos.

Fica tranquilo que a planilha irá fazer isso tudo de forma automática para você.

Eu quero deixar claro que não é um cronograma fixo e você poderá ajustá-lo caso sinta necessidade.

O objetivo é definir um ponto de partida e traçar o melhor caminho rumo a sua aprovação.

Por que é importante ter um cronograma?

  • Para evitar que você tenha que tomar a decisão do que estudar todos os dias. Imagina se todo dia você tiver que pensar e analisar o que irá estudar. Isso, querendo ou não, consome um pouco de sua energia mental, a qual poderia ser aplicada no estudo efetivamente.
  • Ter uma visão clara do seu caminho e progresso até o dia da prova.
  • O cronograma será montado de acordo com o volume de questões de cada disciplina, ou seja, a quantidade de horas que você vai estudar cada disciplina será proporcional ao número de questões dela.

Vamos voltar para a aba Rotina e você irá preencher somente os campos em verde, pois os demais serão calculados automaticamente.

As datas estimadas das provas eu coloquei baseado nos dois últimos anos. Se você vai iniciar seus estudos com o Edital já lançado e as datas estão diferentes, é só atualizar as datas nos campos em verde.

IMPORTANTE!

Caso você tenha preenchido estes campos, iniciado seus estudos antes do lançamento do Edital e as datas divulgadas forem um pouco diferentes das que colocou, não modifique as datas, para que isso não redefina seu cronograma. O importante é que você já estará estudando de forma proporcional todas as disciplinas, e essa alteração de datas não influenciará significativamente seus estudos. 

A data que você pretende começar a estudar eu sugiro que coloque uma segunda-feira e finalize os passos 1, 2, 3, 4 e 5 do nosso planejamento até o domingo anterior à ela.

Agora que já sabe quantos dias possui para estudar até a Primeira e Segunda fase do Concurso, você precisa verificar quantas horas por semana tem disponíveis para estudar para que a planilha elabore seu cronograma.

Para isso, some quantos “estudar” têm nessa mesma aba.

No meu exemplo, são 28 horas.

E o que são esses Ciclos de Estudo?

Um ciclo de estudo será um bloco de tempo de estudo, ou seja, é uma certa quantidade de horas que você irá estudar uma disciplina antes de mudar para outra.

A minha sugestão é que você estude entre duas a quatro horas, no máximo, a mesma disciplina, porque fica um pouco cansativo estudar por muito tempo a mesma matéria, concorda?

No meu exemplo, eu estudarei 2 horas por ciclo (o que considero a quantidade ideal). Logo, o campo Quantidade de Horas por Ciclo será 2.

Obs: valor Horas (estimadas) de estudo por semana deve ser múltiplo do valor Quantidade de Horas por Ciclo, para que cálculo do cronograma seja feito corretamente na planilha. Caso não for, arredonde esse valor para que seja múltiplo.A planilha ficaria preenchida da seguinte forma:

Agora vamos para os campos que chamei de “Peso”.

Neles você irá ponderar o quanto pretende estudar cada área. Eu dividi em 2 áreas:

  • Conhecimentos Específicos; 
  • Conhecimentos Básicos;

Eu agrupei Revisão, Redação, Inglês e Simulados em uma outra área porque muitos candidatos já possuem um nível bom em redação e inglês. E também por serem matérias com um peso menor na nota final, acredito que você não deva perder muito tempo com elas. Desta forma, cada ciclo de Revisão, Redação, Inglês e Simulados irá aparecer automaticamente a cada 5 ciclos de estudos. Você vai definir qual dessas 4 opções irá estudar, de acordo com a sua necessidade. 

Então, nestes campos “Peso” você irá preencher com a porcentagem de tempo que considera ideal estudar cada área, com um número de 0 a 1.

Eu recomendo que você dedique 50% do seu tempo  para conhecimentos básicos e 50% para conhecimentos específicos. E depois da primeira fase, obviamente, irá se dedicar integralmente para a prova de conhecimentos específicos.

Mas é claro que esta é uma análise que varia de pessoa para pessoa e que você deve levar em conta dois fatores:

1 – Como é a sua base de conhecimento para cada área – estará diretamente relacionado com a qualidade do ensino em sua faculdade e com o seu real conhecimento de cada disciplina;

2 – Quando você está iniciando seu estudo – se já estiver muito próximo da primeira fase, é melhor você se dedicar integralmente para ela;

Definidos esses valores, os próximos campos serão calculados automaticamente, como você pode ver na imagem abaixo.

O Total de ciclos de estudo ATÉ a Primeira Fase e o Total de ciclos de estudo APÓS a Primeira fase serão distribuídos de forma automática nos dois cronogramas, de acordo com os pesos que você definiu e o volume de questões de cada disciplina.

Não precisa se preocupar muito com os números de ciclos e outros dados da aba Rotina, porque o mais importante e o que você vai utilizar mais são as abas Cronograma ATÉ Primeira Fase e Cronograma APÓS Segunda Fase.

Os valores “Questões por Ciclo” representam quantas questões de conhecimentos básicos e de conhecimentos específicos você deverá fazer por ciclo caso deseje resolver todas elas até o dia da prova da primeira fase e segunda fase.

Isso significa que se esse valor é pequeno, você pode perder mais tempo tentando resolver as questões e se aprofundar mais na teoria delas. Se o valor é maior, recomendo que seja mais objetivo para que consiga resolver todas as questões.

Agora vamos para a abaCronograma ATÉ Primeira Fase para explicar como você utilizará ela.

Perceba que o algoritmo implementado na planilha já fez a distribuição ideal dos ciclos de cada disciplina da primeira fase, dos ciclos de cada disciplina da segunda fase e dos ciclos que chamamos de R (Revisão / Redação / Inglês / Simulados).

Cada número é uma das disciplinas e representa os ciclos delas, de acordo com as numerações das disciplinas nas abas Básico e Específico.

Observe que abaixo dos 3 primeiros ciclos, eu preenchi com “quadradinhos” pretos.

É dessa forma que você irá fazer o controle do que já foi estudado. Sempre que finalizar um ciclo, você marca o “quadradinho” abaixo dele de preto. Nesse caso, eu estou no quarto ciclo e portanto a próxima disciplina a ser estudada é a 5, que pela minha planilha é ALGEBRA LINEAR, da parte de Conhecimentos Básicos. Perceba que agora você tem um caminho a ser seguido e não precisará decidir qual disciplina estudar cada dia.

Obs: Poderá acontecer de ter dois ciclos da mesma disciplina em sequência. Se isso acontecer e você quiser estudar outra disciplina, não tem problema. Pode estudar os 5 ciclos que estão entre dois ciclos “R” em qualquer ordem. Quando você terminar os 5 ciclos, você fará o ciclo “R” e começará a próxima sequência de 5 ciclos. Veja a imagem abaixo para entender melhor. Em de estudar o ciclo 11 depois do ciclo 9, que seria a sequência natural, eu estudei o ciclo 14, para não estudá-lo de forma consecutiva depois. Agora eu poderia estudar o ciclo 11 ou 12.

A alternativa ao Cronograma de Estudos por Ciclos é o Cronograma Fixo.

Você iria marcar as disciplinas diretamente em sua rotina. Por exemplo, toda segunda-feira à noite estudarei Eletromagnetismo e Controle. O grande problema dessa opção é que se você tem algum imprevisto em um dia, você irá deixar de estudar as disciplinas desse dia. Por isso acredito que esse método que sugeri, em que você vai estudando de forma sequencial e através de ciclos, é mais eficiente.

DICA: Dependendo de sua rotina, pode ser interessante você marcar algum dia fixo (todo domingo, por exemplo) para fazer os ciclos de Revisão / Redação / Tradução / Simulados. 

Após a primeira fase, você irá seguir o cronograma da aba “Cronograma APÓS Primeira Fase” e fazer o mesmo procedimento, de ir marcando os ciclos estudados.

Obs: Não se prenda muito em “seguir na risca” o cronograma. Por exemplo, se nessa semana você está com mais tempo livre para estudar, pode ir “adiantando” os ciclos da próxima semana. Também não deixe de estudar caso não tenha tempo para estudar um “ciclo cheio”. Se, por exemplo, você tem apenas meia hora agora para estudar e seu ciclo é de duas horas, estude mesmo assim. Quando voltar a estudar, você continuará nesse mesmo ciclo.

PASSO #5.  FAZER A SEGUNDA LEITURA DAS QUESTÕES

Bom, agora que você já tem seu cronograma definido, o próximo passo será fazer uma segunda leitura das questões.

Apesar de ser um pouco mais detalhada que a primeira, você ainda não irá resolvê-las.

Os objetivos dessa segunda leitura são os seguintes:

  • Identificar as principais palavras chaves que são cobradas em cada disciplina;
  • Identificar como são cobradas as questões de cada disciplina; e
  • Ter uma noção de como é seu conhecimento em cada assunto;

Dessa forma, você terá uma prévia de quais disciplinas terá mais dificuldade e quais terá mais facilidade.

No meu caso, farei a leitura de todas as questões de Eletromagnetismo, depois todas as de Circuitos e assim por diante.

Abra novamente o PDF único – Provas Discursivas por disciplinas.pdfe comece pela primeira disciplina de sua engenharia.

Para cada uma das disciplinas existe uma aba específica na planilha onde você irá preencher alguns campos (dentro da marcação em azul) nesta etapa:Passo 5 1

Vamos começar lendo então a primeira questão da primeira disciplina e preencher os seguintes campos na aba “Eletromagnetismo”:

Passo 5 3

  • Coluna “Questões”– O que a questão está perguntando;
  • Coluna “Página”– É a página da questão no PDF;
  • Coluna “Palavras-chaves”– Até 3 palavras-chaves da questão. Você também pode descrever aqui alguma imagem ou gráfico que aparece na questão, pois muitas questões cobram algo diferente de um mesmo gráfico/imagem;
  • Coluna “Tenho alguma noção ou já vi algo parecido?”– Aqui você terá que analisar se acha que conseguiria pelo menos começar a resolução da questão (marcar com “S”), ou se é um assunto totalmente desconhecido para você (marcar com “N”);

Depois de ler todas as questões da primeira disciplina e preencher todos esses campos, poderemos verificar se existe algum tipo de padrão em como são cobradas as questões dessa disciplina e se existem palavras-chaves que se repetem com frequência. Isso já pode dar uma pista para você do que é mais importante e de como estudar esse assunto.

Passo 5 4

Assim que você terminar essa segunda leitura de todas as questões de todas as disciplinas, mais uma análise importante poderá ser feita:

Qual o seu conhecimento prévio de cada disciplina.

Isso será representado por um gráfico na aba Estatísticas – Específicos.

Passo 5 5

Eu chamei esse gráfico de “Grau de afinidade/domínio em cada disciplina” porque irá refletir muito no grau de confiança que você vai ter em cada disciplina no dia da prova.

Ele será gerado a partir dos dados que você colocou nas colunas “Tenho alguma noção ou já vi algo parecido?”. Quanto mais “S” você colocou, maior o seu conhecimento na disciplina e mais “para a ponta” estará o gráfico.

No meu caso, podemos ver que, por exemplo, tenho um maior conhecimento nas disciplinas de Controle e Sistemas Digitais e menor nas de Dispositivos Optrônicos e Princípios de Comunicações, porque vi muito pouco ou quase nada dessas últimas no meu curso.

Dessa forma, antes mesmo de começar a resolver as questões, você já tem uma ideia de quais disciplinas provavelmente serão as mais difíceis. 

Esse gráfico nos dará mais algumas informações depois que executarmos o próximo passo.

Agora provavelmente você esteja se perguntando se é necessário fazer essas duas leituras e por que elas poderiam te ajudar. Bom, na minha opinião, além das análises apresentadas que você consegue através delas, essas leituras irão “ligar o seu radar” para todos os assuntos.

E o que eu quero dizer com isso?

Como você já leu e já tem uma noção do que cobra cada questão, muitas vezes pode acontecer de você estar tentando resolver uma questão e achar a resposta de outra. 

Você irá perceber que começará a conectar os pontos entre os assuntos de cada disciplina e se familiarizar com eles.

Após ter feito isso, você vai fazer o mesmo procedimento para as questões das provas objetivas, utilizando o PDF único – Provas Objetivas por disciplinas.pdf e as abas Básico e Estatísticas – Básico da Planilha.

[su_button url=”http://novidades.engemarinha.com.br/landing-planejamento-de-estudos” target=”blank” style=”3d” background=”#007443″ size=”18″ wide=”yes” icon_color=”#000000″ text_shadow=”3px 2px 2px #000000″ onclick=”544″]CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A PLANILHA![/su_button]

PASSO #6. RESOLVER AS QUESTÕES

Perceba que até o momento estávamos apenas fazendo o planejamento e “afiando o machado”.

Então agora vamos para o passo que é finalmente resolver as questões e também ajustar o planejamento conforme os nossos resultados.

Mas qual a melhor forma de resolver as questões?

DICA DE OURO: 

Comece com as questões que você acha que conseguiria fazer, que são aquelas que você marcou com a letra S na coluna “Tenho alguma noção ou já vi algo parecido?”.

Provavelmente serão as que você terá mais facilidade e irão te preparar para as mais difíceis.

Para cada questão resolvida você irá preencher as seguintes colunas nas abas das disciplinas específicas:

Passo 5 6

  • Coluna “Consegui fazer sem consulta?”– Caso você conseguiu resolvê-la sem consultar nenhum material complementar, preencherá com “S”. Caso não, com “N”;
  • Coluna “Nível”– Aqui você irá classificar a questão de acordo com o nível de dificuldade que você sentiu para resolvê-la. É uma escala que vai de 1 (Muito Fácil) até 5 (Muito Difícil);
  • Coluna “Referências”– Campo para você colocar os sites, PDFs, vídeos e outros materiais que utilizou como referência para resolver a questão. É bom guardar esses links porque podem ser úteis para resolver outras questões.
  • Colunas “Livro” e “Pg do Livro”– Caso você esteja utilizando os livros da bibliografia recomendada pela Marinha, irá colocar nesses campos qual o livro e em quais páginas encontrou a solução. Eu recomendo que você estude pelos livros somente as disciplinas que são mais cobradas e/ou mais difíceis. A vantagem de estudar pelos livros é que algumas questões a banca pega diretamente deles. Você deve tentar identificar quais são as disciplinas do seu curso que isso pode ocorrer. Para as demais, você provavelmente conseguirá resolver as questões consultando materiais na internet mesmo.

A segunda e principal dica é sobre como você deve resolver cada questão.

Você acha que é simplesmente responder o que o enunciado está perguntando?

Eu particularmente acho que você não deve se limitar em responder somente o que o enunciado está perguntando, e sim se aprofundar no tema central que a questão aborda.

Você deve imaginar o que mais poderia ser cobrado nessa questão.

DICA DE OURO

Pense que você deve preparar uma aula sobre o tema central dessa questão, e nessa aula estará a resposta dela.

Já foi comprovado pela ciência que a melhor forma de aprendermos um conteúdo é ensinando ele

Só aprendemos de fato algo se formos capazes de ensiná-lo para alguém. 

Essa ideia pode ser melhor compreendida na pirâmide da aprendizagem.

the-learning-pyramid

Perceba a diferença na retenção do conteúdo se você apenas lê-lo (10%) e se você ensiná-lo (90%).

Uma frase muito famosa que ilustra esse princípio é a do pensador francês Joseph Joubert:

“Ensinar é aprender duas vezes”

Outra vantagem dessa ideia de preparar uma aula é que você já vai “treinando” para o dia da prova, pois sua resposta deverá ser bem clara e didática para ganhar a nota máxima na questão.

Obs: Essa “resolução em formato de aula” deve ser feita em sua apostila, durante seus estudos. No dia da prova, você deve ser mais objetivo e direto na resolução, apenas apresentando o raciocínio que utilizou e os passos que seguiu para resolver. Tentar mostrar para a banca que sabe algo a mais do que foi cobrado não irá dar mais pontos na questão.

Analisando seu desempenho

Uma das grandes dificuldades da maioria dos candidatos é avaliar como está o seu desempenho durante a preparação para o concurso.

Sem essa avaliação, não sabemos quais são as disciplinas que estamos tendo mais dificuldade e dessa forma não podemos adaptar nosso plano de estudos.

Para ajudá-lo a mapear seus pontos fortes e pontos fracos, eu criei um gráfico que irá te dar algumas métricas importantes.

Na verdade é o mesmo gráfico “Grau de afinidade\domínio” que já mostrei antes, só que agora serão incluídas duas novas linhas.

Vamos entender o que cada uma delas representa então.

Passo 6

  • Linha azul– É a linha que já foi explicada anteriormente, referente ao seu conhecimento prévio em cada disciplina;
  • Linha vermelha– Representa a porcentagem de questões que você conseguiu fazer sem consulta (quanto mais para a ponta, mais questões você conseguiu fazer sem consulta);
  • Linha verde– Representa o nível de dificuldade das questões (quanto mais para a ponta, mais fácil é a disciplina para você).

O mais importante a se notar aqui é que, de uma maneira geral, quanto mais para a ponta estiver a linha de uma disciplina, maior é a sua “força” nela.

De acordo com esse gráfico, podemos classificar as disciplinas em 4 tipos:

  1. Que você tem pouco conhecimento/afinidade mas são fáceis;
  2. Que você tem pouco conhecimento/afinidade e são difíceis;
  3. Que você tem muito conhecimento/afinidade e são fáceis;
  4. Que você tem muito conhecimento/afinidade mas são difíceis;

Vou explicar agora os dois momentos em que essas informações podem te ajudar:

1 – Durante a sua preparação;

Nessa fase, você poderá avaliar seu desempenho em “tempo real”, pois os dados do gráfico são proporcionais ao número de questões resolvidas.

A partir dessa análise e do tempo que falta para a prova, você deve atualizar seu planejamento e decidir quais disciplinas deve focar.

Se, por exemplo, você tem pouco tempo para estudar até a prova, minha sugestão é que priorize as disciplinas do tipo “1” e tipo “4”. As do tipo “3” você já possui um bom conhecimento e são fáceis. As do tipo “2” você tem pouco conhecimento e são difíceis, ou seja, precisará de muito esforço e tempo para conseguir estudá-las.

Analisando o gráfico que apresentei do meu caso, uma disciplina tipo “2” seria Princípios de Comunicações e uma tipo “3” seria Sistemas Digitais. Poderia, então, “esquecer” essas disciplinas e focar nas outras.

É claro que se você está estudando a longo prazo e ainda está longe do lançamento do edital, a estratégia pode ser outra.

2 – No dia da prova;

A estratégia para fazer a prova no dia concurso é outro ponto muito importante que você deve definir.

Muitos candidatos pensam que precisam gabaritar a prova para passar, que precisam acertar todas as questões.

Isso faz com que eles fiquem nervosos ao se deparar com questões que não fazem nem ideia de como começar a resolver.

O ideal é que você, através da análise do gráfico “Grau de afinidade\domínio”, identifique quais disciplinas que você tem mais chance de acertar e quais terá mais dificuldade.

DICA DE OURO

Comece a prova pelas disciplinas que considera mais fáceis e saiba administrar bem o tempo. Apesar de 5 horas parecer muito tempo, a prova é extensa e você terá que escrever bastante.

Passo #7. QUESTÕES COMPLEMENTARES E SIMULADOS

Para muitos, resolver e entender apenas as questões das provas antigas já foi o suficiente para conseguir a aprovação.

E esse foi o meu caso, porque eu tinha pouco mais de um mês para estudar para as duas fases que, na época, ocorriam no mesmo final de semana. Não tinha tempo para buscar outras formas de estudo.

Porém, na minha opinião, isso é o mínimo que você deve fazer para ser aprovado, mas não é a garantia.

Você deve buscar outras questões para complementar e aprofundar seu conhecimento nas disciplinas mais importantes.

Resolver simulados também é fundamental para identificar melhor seus pontos fortes e fracos.

CONCLUSÃO

Espero que tenha ficado claro o objetivo e a importância de cada um dos 7 passos desse planejamento de estudos.

Muitos candidatos se sentem perdidos na hora de começar a estudar e acabam usando isso como desculpa para desistir do sonho de ter uma carreira estável que só é alcançada através da aprovação em um concurso público.

Se a sua desculpa era essa, agora não é mais!

Agora você tem tudo o que precisa para começar hoje mesmo sua preparação e também conquistar a sua vaga.

Volto a lembrar que a estratégia que apresentei não é a única nem a melhor que existe, é apenas uma que considero ser eficiente e que foi fundamental para a minha aprovação (e dezenas de outros aprovados) este concurso. Você pode ter a sua e usar algumas das dicas que dei para aprimorá-la.

[su_button url=”http://novidades.engemarinha.com.br/landing-planejamento-de-estudos” target=”blank” style=”3d” background=”#007443″ size=”18″ wide=”yes” icon_color=”#000000″ text_shadow=”3px 2px 2px #000000″ onclick=”544″]CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A PLANILHA![/su_button]

Agora, antes de partir para a ação e começar a estudar, comente aqui embaixo o que achou desse método 🙂

Ele poderá te ajudar? Ficou com alguma dúvida? O que acha que poderia ser melhorado nele? Quais outras dificuldades você sente mais em sua preparação para o concurso? 

25 comentários em “[Download] PLANEJAMENTO COMPLETO DE ESTUDOS”

  1. Cara, o metodo que utilizou pode ser usado por qualquer um idependente de curso, exatas ou náo, é uma ótima opção para se organizar.

    Parabéns!!!

    1. Obrigado Tchutxu!

      Realmente…apesar de ser bem focado para o Concurso da Marinha, algumas ideias do método podem ser utilizadas para outras áreas…

      Abraço!

    1. Lauro - Engemarinha

      Show de bola Renan!
      Se tiver alguma dúvida ou dificuldade com o método, é só perguntar…

      Com relação a ter disciplina, uma frase que gosto bastante é essa:
      “Sinta a dor da disciplina para não sentir a dor do arrependimento”
      Ou seja, a dor da disciplina será passageira, a do arrependimento talvez não…

      Abraço e Sucesso aee!

    1. Lauro - Engemarinha

      Valeu João!

      é isso aí…começando a estudar agora e utilizando uma boa estratégia, sua aprovação será inevitável…

      Abraço e Bons Estudos!

  2. Que texto! tirou muita onda. Você é engenheiro pela marinha ? e sabe onde consigo questões resolvidas da prova discursiva? obrigado!

    1. Valeu Rodrigo!

      ainda não sou engenheiro da Marinha não….questões resolvidas das provas discursivas não sei onde pode conseguir…mas criei um fórum (explico sobre ele no email que você recebe quando baixa essa planilha) para a discussão dessas provas e para que a gente “crie um gabarito” para elas…

      Abraços

    2. Lauro - Engemarinha

      Valeu Rodrigo!

      ainda não sou engenheiro da Marinha não….questões resolvidas das provas discursivas não sei onde pode conseguir…mas criei um fórum (explico sobre ele no email que você recebe quando baixa essa planilha) para a discussão dessas provas e para que a gente “crie um gabarito” para elas…

      Abraços

  3. Gabriela Oliveira

    Tirou muita onda, parabéns Lauro! Com certeza eu vou utilizar esse método, deu um norte e um incentivo nos meus estudos. Já procurava algo parecido, mas sempre encontrava mais voltado para a área de direito e administração.

    1. Lauro - Engemarinha

      Muito Obrigado Gabriela!

      eu também tinha dificuldade de encontrar algo assim para concursos de engenharia, por isso resolvi compartilhar esse método e poder ajudar mais candidatos 🙂

      Abraço e Bons Estudos!

    1. Lauro - Engemarinha

      Valeu Felipe!

      Boa sorte aí no concurso e se tiver alguma dificuldade durante sua preparação, pode contar comigo 🙂

      Abraços

    1. Lauro - Engemarinha

      Valeu Kayke =)

      é isso mesmo…se não tiver um plano de estudos e metas bem definidas, provavelmente você irá se desmotivar por não ver seu progresso…

      Boa sorte aee!

    1. Lauro - Engemarinha

      Valeu Weder!

      Com certeza, de nada adianta aprender algo e não colocar em prática né…

      qualquer dúvida aí pode contar comigo!

      Abraço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha suas informações de contato e redirecionaremos você para o nosso melhor atendimento.